As fintechs são o futuro do mercado financeiro?

A tendência do mercado tecnológico é facilitar cada vez mais a rotina do mundo e mesmo que você não perceba, provavelmente as fintechs são uma grande parte do seu dia-a-dia pessoal e profissional.

Se você não abre mão de resolver pendências online, pelo smartphone ou mesmo sem sair de casa, então já utilizou alguma solução ligada a essas empresas.

Resumidamente, o nome fintech é uma combinação das palavras ‘’tecnologia’’ e ‘’finança’’. Ou seja, são startups que aprimoram ou automatizam serviços através de inovações digitais.

De acordo com o Índice Global de Adoção Fintech de 2021, as fintechs representam mais do que 20% do total das startups unicórnios mundiais, sendo um crescimento de 5% em relação ao ano de 2020.

Considerando a popularidade desses novos serviços financeiros, assim como tem acontecido com muitos outros setores ligados à tecnologia, as fintechs têm provado seu valor.

O que é Fintech?

As fintechs são empresas que, através de tecnologias, como inteligência artificial, blockchain e ciência de dados, transformam serviços financeiros em produtos mais seguros e eficientes.

A origem do termo orginalmente surgiu na década de 90, com um projeto criado pela Citigroup, uma das maiores empresas do ramo financeiro mundial.

Porém, o setor só começou a ganhar atenção a partir de 2014, quando investidores despertaram interesse e descobriram oportunidades de ganhos.

Com o cenário mundial de 2020 em diante, segundo o CB Insights, o número de unicórnios, startups que valem mais de US$ 1 bilhão, subiu de 61 em abril para 108, apenas um ano depois.

A indústria continua com alta tendência de expansão e tem impulsionado e melhorado o mercado de finanças, diversificando o modo de atuação até o momento.

Exemplos de Fintechs

No início, as fintechs se limitavam a funcionar como servidores de back-end para bancos. Com o tempo, uma infinidade de aplicativos e soluções surgiram, acelerando o ritmo de procura e uso das inovações.

Separamos alguns exemplos mais comuns de fintechs que estão presentes no dia a dia dos adeptos da tecnologia:

Bancos digitais

As instituições financeiras tradicionais passaram por um processo de adaptação aos tempos modernos. A variedade de soluções de fintechs desencadeou a transformação digital mesmo nos bancos mais conservadores.

A maioria deles já desenvolveu aplicativos de web e internet banking para acompanhar as demandas de seus clientes.

Além disso, o crescimento de banco digitais, com serviços 100% online e maior autonomia para o cliente, ganhou destaque pela facilidade de uso e pela menor burocracia em grande parte das transações.

Pagamentos online

Os aplicativos para pagamento online são predominância entre as fintechs e também uma das soluções de maior aprimoramento para melhor atender os consumidores.

Considerando a popularidade das compras pela internet, os e-commerces passaram a adotar maneiras para simplificar as vendas como por exemplo o débito automático, boletos bancários, cartão de crédito e no Brasil, o PIX.

Embora a insegurança por esse tipo de transação ainda seja grande, fazer transferências digitais se tornou muito mais cômodo pelo fato de não mais precisar comparecer fisicamente a uma agência e por isso, tem ganhado mais adeptos com o passar do tempo.

Seguros

O relacionamento entre as fintechs e as seguradoras surgiu com o objetivo de automatizar os processos e proporcionar um aumento na cobertura de sinistros.

A partir disso, surgiram as insurtechs, uma subcategoria de fintech, que no inglês é uma combinação das palavras ‘’seguro’’ e ‘’tecnologia’’.

Para melhorar os serviços fornecidos, essas empresas tem usado dados reais, deixando de lado as tradicionais estatísticas, para criar categorias mais personalizadas e com riscos reduzidos.

Criptomoedas e blockchain

O mercado de ações sofreu mudanças desde a ascendência das fintechs e com isso, as criptomoedas e o blockchain ganharam espaço no setor financeiro.

Embora blockchain e criptomoeda sejam tecnologias únicas, consideradas fora do domínio da fintech, em teoria, ambas são necessárias para criar os aplicativos que levam as startups adiante.

As criptomoedas são qualquer forma de dinheiro que exista digitalmente ou virtualmente e que depende da criptografia para proteger as transações, neste caso, o blockchain.

Esta forma de dinheiro digital tem chamado a atenção de investidores pela alta valorização de mercado. Entre as criptomoedas estão a bitcoin, bitcoin cash, ethereum, litecoin e dogecoin.

3 benefícios de soluções Fintechs

Não há dúvidas que as fintechs mudaram a visão de como o dinheiro e a troca de valores funciona no mundo digital.

Com o Big Data, blockchain, IA e tantos outros avanços tecnológicos, o setor financeiro vem aproveitando as oportunidades e adotando aplicativos de fintech em seus próprios modelos de negócios para conquistar os consumidores.

Com isso, o desenvolvimento das soluções de fintech proporciona benefícios atrativos para empresas e consumidores:

1. Acesso a diversos serviços financeiros

A internet conectou o mundo de inúmeras maneiras e umas das vantagens das fintechs é interligar o setor financeiro mundial de uma maneira mais prática.

Com os bancos digitais e todas as outras possibilidades de serviços e produtos viabilizados, qualquer pessoa pode abrir uma conta, solicitar empréstimos, contratar seguros, realizar investimentos, entre outros.

Ainda vale considerar que as fintechs aumentaram a eficiência e a conveniência das transações. Isso significa que os clientes têm uma melhor experiência, maior transparência e que as informações são mais acessíveis ao público.

2. Otimização de tempo

Talvez uma das maiores vantagens dos produtos de fintechs seja a possibilidade de realizar qualquer transação ou solicitação por meio de um smartphone ou qualquer outro dispositivo ligado à internet, sem precisar sair de casa.

O uso de chatbots proporciona um atendimento mais rápido e eficiente, melhorando a experiência do usuário, o que é vantajoso também para as empresas, já que isso contribui para uma maior retenção de clientes.

3. Redução de taxas e custos

As soluções desenvolvidas por fintechs não trazem apenas uma redução de custo para as empresas, mas também para o consumidor.

Como não há custos associados às empresas tradicionais, como salários, aluguel, entre outros, esses podem ser economizados e direcionados a investimentos e benefícios ligados aos clientes.

Um exemplo são os bancos digitais que, na sua grande maioria, não cobram taxas para abertura de contas, transferências bancárias e oferecem melhores oportunidades de empréstimos.

Influência das fintechs no agronegócio

O crescimento das fintechs tem influenciado simultaneamente o setor agrícola, proporcionando melhores oportunidades de investimentos e acessibilidade a créditos rurais para produtores.

A atuação das fintechs no agronegócio tem ajudado no aumento da eficiência e do valor da cadeia produtiva do agronegócio, ao mesmo tempo que facilita o acesso a insumos para manter a produção em movimento.

Desse modo, os produtores rurais poderão ampliar a produtividade e expandir os negócios para atender ao mercado, devido ao potencial de inclusão no setor financeiro.

A era fintech acabou de começar

As fintechs são parte de uma revolução digital para tornar os serviços financeiros mais simples, rápidos e fáceis. Isso tem mudado a experiência dos consumidores com as empresas e levando o tradicional ao novo.

A ascensão da fintech abriu um mundo de possibilidades. As empresas podem oferecer mais serviços do que nunca e por uma fração do preço que custaria antes.

A facilidade de possuir todos esses serviços na palma da mão é um dos passos para aumentar a inclusão social. Dessa forma, a democratização do acesso aos serviços financeiros passa a ser cada vez mais possível.

Com o desenvolvimento da tecnologia e o surgimento de novas soluções fintech, a indústria tem gerado expectativas em todo o mundo e é esperado que o crescimento seja contínuo e acelerado nos próximos anos.

Gostou do conteúdo sobre Fintechs? Continue acompanhando nosso blog para ficar por dentro de outros assuntos sobre tecnologia e inovação!

Compartilhe
Publicado por:
Head de Tecnologia e Arquiteto de Soluções do Conexa - Um hub de inovação Aliare. Trabalhando para levar inovação e tecnologia para o setor do agronegócio.