Assinatura digital: descubra como funciona e como criar a sua

A assinatura digital mudou o comportamento das pessoas em relação a documentos, tomando o lugar de papéis e processos muito burocráticos.

A adoção dessa nova ferramenta tem transformado e facilitado a rotina de empresas do mercado do agronegócio que buscam por maior segurança e praticidade no momento da assinatura de contratos.

Mas na prática, o que realmente é uma assinatura digital e como ela funciona?

Reunimos nesse artigo, as principais informações para convencer você a aderir ao método e se sentir mais seguro na hora de assinar documentos.

O que é uma assinatura digital?

Uma assinatura digital é uma tecnologia que utiliza a criptografia para validar a autenticidade e integridade de uma mensagem, software ou documento eletrônico, por meio de um certificado digital.

O certificado digital garante a autenticidade que possibilita assinar documentos de qualquer lugar, seja por uma pessoa física ou jurídica.

Esse modelo de assinatura pode fornecer evidências da origem, identidade e status de documentos virtuais e transações, tal como torná-la legítima e com menor risco de adulteração.

A validade jurídica da assinatura digital é garantida pela Medida Provisória nº 2.200-2/2001, legislação que regula o uso e aplicação das assinaturas eletrônicas no país.

Como funciona a assinatura digital?

Primeiramente, para entender como funciona a assinatura digital é necessário compreender que elas são baseadas em criptografia e algoritmos que geram uma chave pública e outra privada para o uso exclusivo do seu titular, através de um certificado digital.

Em outras palavras, uma pessoa que cria um documento para assinatura, precisa usar uma chave pública para fazer a leitura e confirmação do certificado digital, e a única maneira de assiná-lo, é a partir de uma chave privada.

Por exemplo, um documento é enviado digitalmente para um destinatário e para que ele possa assiná-lo, é necessário que o mesmo tenha acesso à chave privada.

Se por acaso houver alguma dificuldade na abertura, isso é um sinal de que há um problema com o documento ou com a assinatura. É assim que as assinaturas digitais são autenticadas.

É muito importante que o portador de uma assinatura mantenha a chave privada protegida e em sigilo, pois, a legislação é clara de que uma assinatura via certificado digital, presume-se verdadeira.

Ou seja, caso a senha seja compartilhada com terceiros, o titular terá grandes problemas para tentar reverter esta situação.

Benefícios da assinatura digital

A assinatura digital traz praticidade ao dia a dia de todos os setores do mercado, inclusive para o agronegócio.

O principal benefício das assinaturas digitais são os recursos de segurança que garantem que um documento possua uma assinatura legítima e que não seja adulterada.

No entanto, ainda existem muitas outras vantagens de ser um adepto do método:

1. Maior rapidez em transações

Tornar as transações financeiras mais rápidas, seguras e menos burocráticas tem sido algo muito importante para garantir a satisfação de um cliente.

Por meio da assinatura digital é possível enviar documentos, formulários e outras transações para que o cliente possa assinar em qualquer hora e lugar. Isso não só proporciona mais autonomia como aumenta as chances de retenção.

No agronegócio, a assinatura digital tem sido usada em operações de Barter, duplicatas, célula de produto rural, receituário agronômico, pedidos de vendas, entre outros.

2. Redução de falhas e fraudes

Quando se trata de contratos, não há espaço para erros. Infelizmente, os sistemas baseados em papel costumam ter erros de digitação, assinaturas erradas e até mesmo extravios.

Em outras palavras, adotar uma assinatura digital garante uma verificação mais minuciosa dos dados de um contrato, automatizando a validação e o controle, além de otimizar o tempo gasto com o meio convencional.

3. Maior segurança dos dados

As assinaturas eletrônicas no Brasil, de um modo geral, podem conter autenticação de dois fatores ou qualquer outro tipo de verificação de identidade que garanta a segurança dos dados e informações do assinante.

Além disso, mesmo em casos de violação de segurança, a criptografia dos dados dificulta a extração. Essa criptografia também garante que o documento não possa ser modificado após a assinatura, e se eventualmente isso aconteça, as assinaturas são invalidadas, logo, o documento será inválido.

4. Menor custo de transação

Assinaturas eletrônicas garantem que tudo esteja em ordem, evitando a correção de problemas e despesas relacionadas. O processo de assinatura digital é mais eficiente, mais amigável e mais compatível do que uma assinatura de documento em papel comum.

Além disso, o aprimoramento de segurança fornecido por essas ferramentas, bem como os menores custos de mão de obra e materiais envolvidos, são as principais vantagens das assinaturas eletrônicas.

Como criar uma assinatura digital

A criação de uma assinatura digital pode ser feita em segundos, digitando seu login e senha, desenhando em tela ou utilizando o certificado digital.

A Assinei Digital, startup da Aliare, oferece soluções para gestão do ciclo de vida de contratos e assinaturas eletrônicas voltadas ao agronegócio.

Além disso, a startup oferece também o certificado digital ICP-Brasil para empresas e pessoas físicas

Solicite sua demonstração gratuita e experimente a assinatura digital agora mesmo.

Compartilhe
Publicado por:
CEO na Assinei, startup para gestão inteligente de contratos. Advogada, especialista em Direito Civil e Processo Civil, com mais de 6 anos de experiência em contratos empresariais.